Segurança de dados: o que sua empresa precisa saber

Segurança de dados

Sumário

Em 2015 aconteceu um caso bastante peculiar envolvendo segurança de dados em um site de encontros. O Ashley Madison, uma rede social que possibilita encontros extraconjugais, foi vítima de um ataque hacker que vazou quase 10 gigabytes de dados sensíveis de mais de 33 milhões de usuários, contendo informações sensíveis como nome, idade, e-mail, senhas criptografadas, transações financeiras, entre outros.

O resultado de um tipo de ataque desse costuma ser catastrófico, tanto para a empresa quanto para os seus clientes.

Os dados vazados podem ser usados por terceiros para extorquir usuários, os usuários em si podem ter suas vidas pessoais arrasadas, além de que a empresa pode vir à bancarrota devido aos processos legais que irá receber.

Esse, claro, é um caso extremo, mas nos dá alguma noção do quão sensível a proteção de dados é para toda e qualquer empresa, principalmente àquelas que operam online.

Neste artigo, vamos explorar os desafios enfrentados pelas empresas em relação à segurança de dados e discutir as melhores práticas para garantir a proteção do ativo mais valioso de uma organização: suas informações.

Afinal, o que é a segurança de dados?

Segurança de dados

Basicamente a segurança de dados refere-se às práticas, tecnologias e políticas implementadas para proteger a informação contra acessos não autorizados, alterações não autorizadas, divulgação indevida, perda ou destruição. Isso abrange uma gama de medidas, desde firewalls e criptografia até treinamento de funcionários e gestão de acessos.

A importância da segurança de dados para empresas

  1. Proteção da confidencialidade: as empresas frequentemente lidam com informações sensíveis, como dados do cliente, estratégias de negócios e propriedade intelectual. A quebra de confidencialidade pode resultar em perdas financeiras, danos à reputação e ações legais.
  2. Garantia da integridade dos dados: a integridade dos dados assegura que as informações não sejam alteradas de forma não autorizada. Isso é crucial para a tomada de decisões precisas e confiáveis. Qualquer manipulação indevida pode levar a decisões equivocadas e prejuízos significativos.
  3. Disponibilidade contínua dos serviços: a interrupção dos serviços devido a falhas de segurança pode resultar em perdas financeiras imediatas e danos à reputação a longo prazo. A segurança de dados desempenha um papel vital na garantia da disponibilidade contínua dos sistemas e serviços.
  4. Conformidade legal e normativa: a lei de segurança de dados brasileira, a LGPD, entrou em vigor em 2020, garantindo o direitos fundamentais à privacidade e liberdade no âmbito online. O não cumprimento dessas normas pode resultar em penalidades significativas.
  5. Construção da confiança do cliente: a confiança do cliente é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. A implementação eficaz da segurança de dados demonstra o compromisso da empresa em proteger as informações dos clientes, fortalecendo a confiança e lealdade.

Como garantir a segurança de dados na sua empresa

Com a crescente ameaça de violações de dados e cyberataques, as empresas devem adotar medidas proativas para proteger informações sensíveis. A seguir falaremos das principais estratégias para garantir a segurança de dados na sua empresa, promovendo a confiança, a conformidade e a continuidade operacional.

1. Avaliação de riscos

Antes de implementar qualquer estratégia de segurança, é fundamental conduzir uma avaliação abrangente de riscos. Identificar os ativos críticos, as vulnerabilidades potenciais e as ameaças específicas ajuda a orientar o desenvolvimento de medidas de segurança personalizadas para as necessidades da empresa.

2. Desenvolvimento de políticas internas de segurança

Estabelecer políticas claras de segurança de dados é o alicerce de uma estratégia eficaz. Essas políticas devem abordar o acesso a dados, o uso de dispositivos pessoais, a criação e gerenciamento de senhas, e as diretrizes para lidar com informações confidenciais. Comunique essas políticas de maneira clara a todos os colaboradores e promova a adesão.

3. Educação e treinamento dos funcionários

Os colaboradores são um elo crucial na cadeia de segurança. Ofereça treinamentos regulares sobre práticas seguras, reconhecimento de ameaças, e procedimentos em caso de incidentes. Ao aumentar a conscientização, você fortalece a primeira linha de defesa contra ameaças internas e externas.

4. Implementação de criptografia

A criptografia é uma camada essencial de proteção para dados sensíveis. Utilize soluções de criptografia para proteger comunicações, arquivos e dados armazenados. Isso garante que, mesmo que um intruso acesse os dados, eles permaneçam ininteligíveis sem a chave de descriptografia adequada.

5. Autenticação multifatorial (AMF)

Fortaleça o controle de acesso implementando a autenticação multifatorial. Além das senhas convencionais, a AMF exige uma segunda forma de verificação, como códigos temporários ou biometria. Isso dificulta significativamente o acesso não autorizado, mesmo se as credenciais básicas forem comprometidas.

6. Atualizações e patches

Mantenha todos os sistemas, softwares e aplicativos atualizados. As atualizações frequentes corrigem vulnerabilidades conhecidas, fortalecendo a resistência contra ameaças cibernéticas. Estabeleça um processo eficiente para aplicar patches de segurança assim que estiverem disponíveis.

7. Monitoramento contínuo

Implemente sistemas de monitoramento para identificar atividades suspeitas em tempo real. A detecção precoce de possíveis ameaças permite uma resposta rápida, limitando os danos e reduzindo o tempo de inatividade.

8. Backup regular e recuperação de dados

Mantenha backups regulares de dados críticos e teste regularmente os procedimentos de recuperação. Isso garante que, em caso de perda de dados devido a um ataque, desastre natural ou erro humano, a empresa possa recuperar as informações vitais sem perda significativa.

Conclusão

Garantir a segurança de dados nas empresas é um processo contínuo que exige comprometimento e atenção constante. Ao adotar uma abordagem multifacetada, desde a avaliação de riscos até a implementação de tecnologias avançadas, as organizações podem criar um ambiente seguro, protegendo informações cruciais e garantindo a confiança de clientes, parceiros e stakeholders.

A segurança de dados não é apenas uma obrigação; é um investimento vital para o sucesso a longo prazo de qualquer empresa no mundo digital de hoje.

Leia mais:
Tudo sobre como a LGPD deverá afetar o seu negócio
5 dicas para melhorar a sua proteção de dados

Compartilhe nas redes:
Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Autor(a)
Claudio Lima
Formado na área de TI, possui 6 anos de experiência de Gestão de Projetos e já geriu mais de 80 projetos de tecnologia. Com experiências, certificados e foco em Gestão de Projetos, metodologia SCRUM e Liderança, Claudio já esteve à frente de vários times de desenvolvedores focados em projetos inovadores com objetivos de redução de custos e aumentos de lucratividade.
Conteúdos relacionados

Fale Com Um Especialista

*Este contato é comercial. Para outras demandas, entrar em contato através do e-mail [email protected].

Quer descobrir o nível de maturidade digital da sua empresa? 📊🤔

Machine
Learning

Com a consultoria em Machine Learning da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Mapeamento, coleta e tratamento dos dados necessários para o projeto;

Definição do algoritmo apropriado com base nos objetivos do projeto, e início do treinamento do algoritmo;

Avaliação do desempenho do modelo de ML, otimização e implementação no ambiente de produção.

A

Engenharia
de Dados

Com a consultoria em Engenharia de Dados da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Análise detalhada dos sistemas, fontes de dados, ferramentas e processos de gerenciamento de dados existentes;

Projeção de uma arquitetura de dados compatível com os requisitos e necessidades da empresa;

Criação de pipelines de dados automatizados para extrair, transformar e carregar (ETL) os dados para o repositório.

A

Business
Intelligence

Com a consultoria em Business Intelligence da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Analisar necessidades e desafios da empresa para definir os KPIs;

Mapear as fontes de dados (como sistemas de CRM, ERP, bancos de dados, etc), coletá-los e tratá-los;

Integrar os dados à dashboards personalizados, utilizando as principais ferramentas do mercado.

A