Banco de Dados vs Data Warehouse: qual a diferença?

Sumário

Você sabe qual é a diferença entre um banco de dados e um data warehouse (DW)? Embora esses termos possam parecer semelhantes, eles têm finalidades distintas no mundo da tecnologia e armazenamento de informações.

Um banco de dados é uma coleção organizada de dados que são armazenados, processados e acessados por meio de um sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD). Ele é projetado para armazenar informações de maneira estruturada e permite que os usuários realizem consultas e atualizações nos dados de forma eficiente.

Por outro lado, um data warehouse é uma grande e centralizada fonte de dados que reúne informações de diferentes sistemas e fontes de dados. Ele é utilizado para análise de negócios e tomada de decisões, proporcionando um ambiente de dados integrado e otimizado para consultas complexas e relatórios.

Enquanto um banco de dados é mais focado em transações e operações diárias, um data warehouse é projetado para análises e insights de negócios. Ambos desempenham papéis importantes no gerenciamento de informações, porém cada um com suas peculiaridades. Entender a diferença entre esses conceitos é essencial para aproveitar ao máximo suas funcionalidades e benefícios.

O que é um data warehouse

Um DW é uma fonte de dados centralizada e ampla que reúne informações de diferentes sistemas e fontes de dados. Ele é usado para análise de negócios e tomada de decisões, fornecendo um ambiente de dados integrado e otimizado para consultas e relatórios complexos.

Ao contrário de um banco de dados, que é voltado para operações de rotina, um DW é projetado para armazenar grandes quantidades de dados históricos e permitir análises aprofundadas. Ele é estruturado de forma a facilitar a consulta e a extração de informações relevantes para análise.

Um data warehouse é composto por várias etapas de processamento, incluindo extração, transformação e carga (ETL). Durante a etapa de extração, os dados são coletados de várias fontes e preparados para análise. Em seguida, ocorre a etapa de transformação, na qual os dados são limpos, padronizados e organizados de acordo com um esquema de dados específico. Por fim, os dados são carregados no data warehouse, onde estão disponíveis para consulta e análise.

Os data warehouses são usados por empresas que desejam obter insights valiosos de seus dados e tomar decisões informadas. Eles permitem que as organizações analisem tendências, identifiquem padrões e façam previsões com base em dados históricos e atuais. Além disso, os DWs permitem que os usuários consultem grandes volumes de dados de forma eficiente e realizem análises complexas em tempo real.

Principais diferenças entre um banco de dados e um data warehouse

Embora os termos sejam frequentemente usados ​​como sinônimos, existem diferenças significativas entre eles. Aqui estão as principais diferenças entre um banco de dados e um data warehouse:

Propósito e foco:
Um banco de dados é projetado para armazenar e recuperar informações de forma eficiente para operações diárias, enquanto um data warehouse é usado para análise de negócios e tomada de decisões.

Estrutura e organização:
Um banco de dados é estruturado em tabelas, registros e campos, seguindo um esquema definido. Já um data warehouse é estruturado em dimensões e fatos, permitindo análises multidimensionais e hierárquicas.

Volume de dados:
Os bancos de dados são adequados para armazenar e acessar volumes menores de dados em tempo real, enquanto os data warehouses são projetados para armazenar grandes quantidades de dados históricos.

Tempo de resposta:
Os bancos de dados fornecem respostas rápidas a consultas e atualizações, enquanto os data warehouses podem levar mais tempo para processar consultas complexas devido ao volume de dados envolvido.

Uso de dados:
Os bancos de dados são usados ​​para transações operacionais, como registrar vendas ou atualizar informações de clientes. Os data warehouses são usados ​​para análise e geração de relatórios de negócios.

Integração de dados:
Os bancos de dados são usados ​​para armazenar dados de um único sistema ou aplicativo, enquanto os data warehouses integram dados de várias fontes e sistemas.

Esquema de dados:
Os bancos de dados geralmente têm um esquema de dados normalizado, onde cada informação é armazenada apenas uma vez. Já os data warehouses têm um esquema de dados denormalizado, que permite uma modelagem mais flexível e eficiente para análise.

Frequência de atualização:
Os bancos de dados são atualizados em tempo real ou com frequência regular, refletindo as transações mais recentes. Os data warehouses são atualizados em intervalos definidos, geralmente durante a noite, para incluir dados históricos.

Funções e objetivos de um banco de dados

banco de dados vs data warehouse

Um banco de dados tem várias funções e objetivos que o tornam uma ferramenta essencial para a gestão de informações. Aqui estão as principais funções dele:

  1. Armazenamento de dados: é projetado para armazenar grandes quantidades de dados de forma organizada e segura. Ele permite que os usuários armazenem informações de forma estruturada, evitando a redundância e a duplicação de dados.
  1. Recuperação de dados: permitem que os usuários recuperem informações de forma eficiente, realizando consultas e obtendo resultados precisos e rápidos. Isso é essencial para operações diárias, como busca de informações de clientes ou registro de vendas.
  1. Atualização de dados: permitem que os usuários atualizem informações de forma rápida e precisa. Isso é importante para manter os dados atualizados e refletir as transações mais recentes.
  1. Integridade dos dados: permitem que os usuários definam regras de integridade para garantir a consistência e a precisão dos dados. Isso inclui restrições de chave primária, chave estrangeira e outras restrições de integridade.
  1. Segurança dos dados: oferecem recursos de segurança, como controle de acesso e criptografia, para proteger os dados contra acesso não autorizado e garantir a confidencialidade e a integridade das informações.
  1. Concorrência e controle de transações: são projetados para lidar com várias transações concorrentes de forma segura e eficiente. Isso garante que as transações sejam executadas corretamente e que os dados permaneçam consistentes.
  2. Backup e recuperação: permitem realizar backups regulares dos dados e fornecem mecanismos de recuperação em caso de falhas no sistema. Isso garante a disponibilidade contínua dos dados, mesmo em situações de falha.

Vantagens e desvantagens de um banco de dados

Vantagens do banco de dados:

  • Eficiência: Os bancos de dados permitem que os usuários acessem e atualizem informações de forma rápida e eficiente, o que é essencial para operações diárias.
  • Consistência: Os bancos de dados ajudam a garantir a consistência dos dados por meio de regras de integridade e restrições.
  • Segurança: Os bancos de dados oferecem recursos de segurança, como controle de acesso e criptografia, para proteger os dados contra acesso não autorizado.
  • Recuperação de falhas: Os bancos de dados permitem a realização de backups e fornecem mecanismos de recuperação em caso de falhas no sistema.
  • Concorrência: Os bancos de dados são projetados para lidar com várias transações concorrentes de forma segura e eficiente.

Desvantagens do banco de dados:

  • Custo: Os bancos de dados podem ser caros de implantar e manter, especialmente para grandes volumes de dados.
  • Complexidade: O uso de bancos de dados requer conhecimento técnico e habilidades específicas para projetar, implementar e manter o sistema.
  • Tempo de resposta: Em algumas situações, os bancos de dados podem levar mais tempo para processar consultas complexas devido ao volume de dados envolvido.
  • Requisitos de hardware: Bancos de dados de grande escala requerem hardware poderoso e de alto desempenho para garantir um bom desempenho.
  • Limitações de escalabilidade: Em alguns casos, a escalabilidade pode ser limitada, o que pode dificultar o gerenciamento de grandes volumes de dados.

Funções e objetivos de um data warehouse

Assim como os bancos de dados, os data warehouses têm funções e objetivos específicos que justificam sua importância na área de análise de negócios. Aqui estão as principais funções de um data warehouse:

  1. Integração de dados: Um data warehouse reúne informações de diferentes sistemas e fontes de dados, integrando-as em uma única fonte de dados centralizada. Isso permite a análise de dados de várias perspectivas e a obtenção de uma visão unificada dos dados.
  1. Armazenamento de dados históricos: Um data warehouse é projetado para armazenar grandes quantidades de dados históricos, permitindo a análise de tendências e padrões ao longo do tempo.
  1. Modelagem multidimensional: Os data warehouses são estruturados em dimensões e fatos, permitindo a análise multidimensional e hierárquica dos dados. Isso facilita a exploração e a descoberta de insights valiosos.
  1. Consulta e análise de dados: Os data warehouses fornecem um ambiente otimizado para consultas complexas e análises de dados. Eles permitem que os usuários realizem consultas ad hoc e gerem relatórios personalizados com base em diferentes dimensões e métricas.
  1. Suporte à tomada de decisões: Os data warehouses fornecem informações relevantes e confiáveis ​​para a tomada de decisões estratégicas. Eles permitem que as organizações identifiquem tendências, façam previsões e avaliem o desempenho com base em dados históricos e atuais.
  1. Desenvolvimento de modelos analíticos: Os data warehouses fornecem uma base sólida para o desenvolvimento de modelos analíticos avançados, como mineração de dados, aprendizado de máquina e inteligência artificial.
  1. Padronização e consistência dos dados: Os data warehouses aplicam regras de transformação e limpeza de dados para garantir a consistência e a qualidade dos dados. Isso é essencial para análises precisas e confiáveis.

Vantagens e desvantagens de um data warehouse

Os data warehouses oferecem várias vantagens em relação aos bancos de dados tradicionais, mas também apresentam algumas desvantagens. Aqui estão alguns pontos a serem considerados:

Vantagens do data warehouse:

  • Análise aprofundada: fornecem um ambiente otimizado para consultas complexas e análises de dados, permitindo insights mais profundos e descoberta de padrões.
  • Integração de dados: reúnem informações de diferentes sistemas e fontes de dados, proporcionando uma visão unificada e integrada dos dados.
  • Armazenamento de dados históricos: armazenam grandes volumes de dados históricos, permitindo análises de tendências e padrões ao longo do tempo.
  • Modelagem multidimensional: são estruturados em dimensões e fatos, permitindo análises multidimensionais e hierárquicas dos dados.
  • Suporte à tomada de decisões: fornecem informações relevantes e confiáveis ​​para a tomada de decisões estratégicas, ajudando as organizações a identificar tendências e fazer previsões.

Desvantagens do data warehouse:

  • Custo: A implementação e manutenção de um data warehouse pode ser cara, especialmente para grandes volumes de dados e necessidades de escalabilidade.
  • Complexidade: O desenvolvimento e a manutenção de um data warehouse exigem conhecimento técnico especializado e habilidades específicas.
  • Tempo de carga: O processo de extração, transformação e carga (ETL) pode levar tempo, especialmente para grandes volumes de dados, o que pode afetar a disponibilidade dos dados para análise.
  • Requisitos de hardware: Data warehouses de grande escala requerem hardware poderoso e de alto desempenho para garantir um bom desempenho nas consultas e análises.
  • Dependência de sistemas de origem: dependem de sistemas de origem para fornecer dados atualizados e confiáveis. Qualquer problema nos sistemas de origem pode afetar a qualidade dos dados no data warehouse.

Apesar das desvantagens, os data warehouses são uma ferramenta essencial para empresas que desejam obter insights valiosos de seus dados e tomar decisões informadas.

Exemplos de uso de bancos de dados e data warehouses

Aqui estão alguns exemplos de uso dessas tecnologias:

Exemplos de uso de bancos de dados:

  1. Sistemas de gerenciamento de banco de dados (SGBDs): são usados ​​como a principal tecnologia por trás dos SGBDs, que são usados ​​para armazenar e recuperar informações em várias aplicações.
  1. Sistemas de gestão de clientes (CRM): são usados ​​em sistemas de CRM para armazenar informações de clientes, como nome, endereço, histórico de compras e interações anteriores.
  1. Sistemas de gestão de recursos humanos (HRM): são usados ​​em sistemas de HRM para armazenar informações de funcionários, como dados pessoais, histórico de emprego e informações de folha de pagamento.
  1. Sistemas de gestão de estoque: são usados ​​em sistemas de gestão de estoque para rastrear e gerenciar informações sobre produtos, fornecedores e inventário.

Exemplos de uso de data warehouses:

  1. Análise de negócios: são usados ​​para análise de negócios, permitindo que as organizações identifiquem tendências, façam previsões e avaliem o desempenho com base em dados históricos e atuais.
  1. Gestão do relacionamento com o cliente (CRM): são usados ​​em sistemas de CRM para fornecer insights sobre o comportamento do cliente, preferências e tendências de compra.
  1. Análise de mercado: são usados ​​para análise de mercado, permitindo que as empresas identifiquem oportunidades de mercado, avaliem a concorrência e tomem decisões estratégicas com base em dados relevantes.
  1. Gestão de cadeia de suprimentos: são usados ​​em sistemas de gestão de cadeia de suprimentos para rastrear e analisar informações sobre fornecedores, estoque, produção e distribuição.

Esses exemplos mostram como os bancos de dados e os data warehouses são usados ​​em várias aplicações e setores para armazenar, gerenciar e analisar informações de forma eficiente.

Conclusão

Em resumo, os bancos de dados e os data warehouses são peças fundamentais no gerenciamento de informações e análise de negócios. Ao entender as diferenças entre eles e suas respectivas funções, as organizações podem tomar decisões informadas e aproveitar ao máximo seus dados.

Autor(a)
Daniel Luz
Conteúdos relacionados

São Paulo, SP
Tv. Dona Paula, 13 – Higienópolis

Natal, RN
Av. Cap. Mor Gouveia, 3000 – Sala A413 – Lagoa Nova

Fortaleza, CE
Av. Dom Manuel, 1020 – Centro

© 2024 beAnalytic – Todos os direitos reservados | [email protected] | (11) 5198-0223

Fale Com Um Especialista

*Este contato é comercial. Para outras demandas, entrar em contato através do e-mail [email protected].

Machine
Learning

Com a consultoria em Machine Learning da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Mapeamento, coleta e tratamento dos dados necessários para o projeto;

Definição do algoritmo apropriado com base nos objetivos do projeto, e início do treinamento do algoritmo;

Avaliação do desempenho do modelo de ML, otimização e implementação no ambiente de produção.

A