Self-Service BI: como escolher a ferramenta certa

Sumário

Você se sente sobrecarregado por ferramentas de BI complexas que exigem conhecimento técnico para funcionar? As ferramentas de self-service BI podem te ajudar a simplificar a análise de dados e te capacitar a tomar decisões baseadas em dados.

Mas com tantas opções disponíveis, como escolher a certa para o seu negócio?

Neste artigo, exploraremos os principais fatores a serem considerados ao escolher uma ferramenta self-service BI. Quer você seja proprietário de uma pequena empresa ou analista de dados, vamos te orientar pelos recursos e funcionalidades essenciais que você deve procurar, como facilidade de uso, recursos de visualização de dados e integração com sistemas existentes.

Antes de tudo, por que usar uma ferramenta de self-service BI?

ferramenta de self service biAs ferramentas de self-service BI oferecem inúmeros benefícios que podem revolucionar a maneira como você analisa e interpreta seus dados.

Uma das principais vantagens é a capacidade de democratizar os dados, permitindo que usuários não técnicos acessem e analisem dados sem depender de departamentos de TI. Isso significa insights mais rápidos e processos de tomada de decisão mais ágeis.

Outro benefício importante é a interface amigável que facilita a qualquer pessoa, independentemente da proficiência técnica, navegar na ferramenta e criar visualizações e relatórios.

Com funcionalidade de arrastar e soltar gráficos, além de interfaces intuitivas, as ferramentas de self-service BI permitem que os usuários explorem e analisem dados em seus próprios termos.

Além disso, as ferramentas de self-service BI permitem que o usuário acesso os dados mais rápido, fornecendo acesso em tempo real às fontes de dados.

Com a capacidade de se conectar a diversas plataformas de dados e integrar dados de diferentes fontes, os usuários podem obter uma visão holística da sua área e descobrir insights importantes.

Então, o que considerar na hora de escolher uma ferramenta de self-service BI?

Antes de mergulhar no mundo das ferramentas de self-service BI, é importante avaliar as necessidades e objetivos da sua organização com a análise de dados.

Comece identificando as principais partes interessadas que usarão a ferramenta e reúna suas opiniões sobre os recursos e funcionalidades de que necessitam. Considere fatores como a complexidade dos seus dados, o nível de conhecimento técnico da sua organização e os requisitos de escalabilidade.

Outra consideração crucial é a facilidade de uso da ferramenta. Procure uma ferramenta de self-service BI que ofereça uma interface amigável e recursos intuitivos. A ferramenta deve permitir que os usuários explorem, analisem e visualizem dados facilmente, sem a necessidade de treinamento extensivo ou habilidades de programação.

As capacidades de integração também são importantes. Verifique se a ferramenta pode ser integrada perfeitamente aos seus sistemas existentes, como Data Warehouses, sistemas CRM ou plataformas em nuvem. A capacidade de conectar-se a diversas fontes de dados e consolidá-los em um só lugar agilizará seus processos de análise de dados.

O que avaliar nas diferentes ferramentas de self-service BI

Ao selecionar uma ferramenta de BI de autoatendimento, é essencial considerar os recursos e funcionalidades que melhor atenderão às suas necessidades de análise de dados. Aqui estão alguns recursos principais a serem procurados:

  1. Visualização de dados: A ferramenta deve oferecer uma ampla gama de opções de visualização, como tabelas, gráficos e mapas, para ajudá-lo a comunicar insights e tendências de maneira eficaz.
  2. Exploração de dados: procure uma ferramenta que permita explorar e detalhar facilmente seus dados, permitindo análises mais profundas e descoberta de padrões ocultos.
  3. Preparação de dados: A capacidade de limpar, transformar e combinar dados de diferentes fontes é crucial para garantir a precisão e consistência dos dados.
  4. Colaboração: se você tiver uma equipe de analistas ou partes interessadas trabalhando na análise de dados, considere uma ferramenta que facilite a colaboração por meio de recursos como painéis compartilhados e recursos de comentários.
  5. Acessibilidade móvel: Com a crescente demanda por trabalho remoto e acesso móvel aos dados, escolha uma ferramenta que ofereça interfaces compatíveis com dispositivos móveis e suporte a dispositivos móveis.

3 ferramentas de self-service BI que indicamos

ferramentas de self service bi tableu veezoo qlik

Tableu

O Tableau não é uma ferramenta criada com o intuito de ser self-service, mas a partir de aplicativos e extensões adicionais, como o SuperTables, é possível dar mais autonomia para o usuário final na hora de fazer suas análises.

Veezoo

O Veezoo, por outro lado, é uma ferramenta criada exclusivamente com o propósito de oferecer uma experiência de BI self-service com inteligência artificial integrada.

Essa é, de longe, a ferramenta mais amigável e intuitiva, onde o usuário pode fazer suas análises fazendo perguntas diretas, como: “quantas vendas fizemos por região nesse semestre?”, “quais são as principais contas na região sudeste?”, e onde mais a criatividade do usuário o levar.

A inteligência artificial ganha uma destaque especial aqui, auxiliando o usuário através de sugestões ultra personalizadas.

Qlik

O Qlik Sense oferece aplicações de self-service BI, mas, nesse caso, o usuário precisa já ter um certo nível de experiência em análise e ferramentas de BI. Essa ferramenta também é geralmente indicada para empresas de grande porte devido sua capacidade de analisar uma alta volumetria de dados em pouco tempo, além do valor da sua licença se um pouco mais elevada.

 

Compartilhe nas redes:
Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Autor(a)
Claudio Junior
Cláudio Junior, analista de dados formado em Matemática Industrial pela Universidade Federal do Ceará, com experiência também em otimização industrial e desenvolvimento de código em Python, algoritmos de Machine Learning, IA e afins. Não vive sem um bom café e um bom setup.
Conteúdos relacionados

Fale Com Um Especialista

*Este contato é comercial. Para outras demandas, entrar em contato através do e-mail [email protected].

Quer descobrir o nível de maturidade digital da sua empresa? 📊🤔

Machine
Learning

Com a consultoria em Machine Learning da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Mapeamento, coleta e tratamento dos dados necessários para o projeto;

Definição do algoritmo apropriado com base nos objetivos do projeto, e início do treinamento do algoritmo;

Avaliação do desempenho do modelo de ML, otimização e implementação no ambiente de produção.

A

Engenharia
de Dados

Com a consultoria em Engenharia de Dados da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Análise detalhada dos sistemas, fontes de dados, ferramentas e processos de gerenciamento de dados existentes;

Projeção de uma arquitetura de dados compatível com os requisitos e necessidades da empresa;

Criação de pipelines de dados automatizados para extrair, transformar e carregar (ETL) os dados para o repositório.

A

Business
Intelligence

Com a consultoria em Business Intelligence da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Analisar necessidades e desafios da empresa para definir os KPIs;

Mapear as fontes de dados (como sistemas de CRM, ERP, bancos de dados, etc), coletá-los e tratá-los;

Integrar os dados à dashboards personalizados, utilizando as principais ferramentas do mercado.

A