Business Intelligence: porque a sua empresa precisa disso

Sumário

Business Intelligence refere-se a um conjunto de técnicas e ferramentas que ajudam as empresas a analisar dados e tomar decisões de negócios informadas. O BI normalmente é usado para identificar tendências e padrões, monitorar desempenho e otimizar processos.

O cenário atual

Hoje em dia, ainda é comum encontrar empresas que ainda tomam decisões por achismos e intuições. Aqui na beAnalytic, já vimos diversas vezes decisões sem embasamento resultarem em um efeito não desejado, resultados estes que poderiam ser evitados.

Primeiramente, para começar a reverter essa realidade,  o melhor caminho é a adoção de tecnologias de Business Intelligence (BI) para fornecer os dados necessários ao time, para que decisões assertivas sejam tomadas.

Sendo assim, neste artigo vamos te explicar o que é o BI (Business Intelligence) e como ele pode transformar a realidade da sua empresa.

O que é Business Intelligence

Primeiramente, vamos entender o que significa BI. O termo BI ou Business Intelligence, é o termo inglês para inteligência de negócios.

O principal foco dessa metodologia é transformar de dados brutos em dados estratégicos, para que  possam ser utilizados pelos analistas a fim de servir como base para uma tomada de decisão assertiva.

As tecnologias de BI foram feitas para suportar um alto volume de dados estruturados para ajudar a identificar oportunidades de estratégias no seu negócio.

Desde histórico de dados até relatórios automatizados e dashboards preditivos, o uso dessa ferramenta é um caminho viciante que você vai querer usar durante o dia, tarde e noite.

O que é a integração do business intelligence
Fonte: Siteware

A importância dos dados na atualidade 

Hoje em dia a forma como os dados são utilizados é bem diferente de alguns anos atrás. Visto que, ao longo dos últimos anos os dados – sejam eles de clientes, fornecedores, parceiros comerciais, etc. – deixaram de ser apenas armazenados, como medidas preventivas de backups e passaram a ser utilizados como importante ferramenta de auxilio para tomada de decisões empresariais. Mas por que tudo isso?

Bem, dados são o novo petróleo do mundo e tem se provado cada vez mais relevante no atual mundo dos negócios. A utilização adequada do imenso volume de dados atualmente disponível pode gerar enormes benefícios para instituições e empresas do setor privado e público.

Para exemplificar, temos alguns cases aqui na beAnalytic de clientes que sentiram a diferença ao adotar uma cultura organizacional. Logo, presenciaram as mudanças que as decisões embasadas em dados promovem, por exemplo: dobrando a sua capacidade produtiva com a mesma quantidade de membros no time.

Além de aumentar sua  produtividade, há um aumento nas vendas e redução de custos. Um grande exemplo é o nosso cliente e parceiro, Falconi Camargos & Barbosa Wanderley:

“Contratei a beAnalytic porque queria profissionalizar e aprimorar minha gestão, além personalizar meus negócios eresultados. O que recebi foi um grande parceiro que transformou minhas ideias em um grande diferencial competitivo, aumentou a produtividade de nossa equipe e auxiliou a enxergar formas de aumentar meu ticket médio.”

Certamente, o BI por si só, não dirá aos gestores o que fazer ou o que acontecerá caso façam alguma determinada escolha. Porém, ele servirá como base concreta de como se encontram os números e KPIs da empresa, transformando achismos em certezas.

Saiba porque você e sua empresa precisam ter uma cultura Business Intelligence

Acima de tudo, para haver uma vantagem competitiva e ao mesmo tempo pode poupar tempo e energia em momentos de análises, pois todos os gráficos são previamente planejados para que entreguem apenas os insights necessários, otimizando assim o seu tempo. Portanto, o uso de Dashboards pode se tornar um hábito indispensável. 

Para entender melhor o contexto de Business Intelligence, vale a pena uma explicação dos processos de onde tudo começa.

Passos base para a geração de um BI:

1. Integração de dados

Essa etapa é onde toda a magia começa. Nosso principal objetivo aqui é fazer uma extração de o máximo de dados possível que nós temos para um Banco de Dados.

Há várias formas de fazer essa obtenção dos dados. Por exemplo, ele pode ser feito manualmente, usando ferramentas de integração com Integromat e Zappier ou tecnologia própria usando Python e outras linguagens de programação API’s empresariais ou até mesmo utilizando-se da técnica de Web Scraping, como nós daqui da beAnalytic gostamos de fazer.

(Entenda melhor os benefícios de integrações em nossa postagem sobre)

2. Tratamento / Estruturação e Upload

Nessa etapa, o objetivo é transformar os dados brutos em dados mais limpos e fáceis de serem interpretados. Assim como, relacionar entre si as tabelas do banco para que os dados se comuniquem e fiquem prontos para a modelagem visual.

No caso de tratamentos mais pesados e complexos, para que o carregamento do Dashboard não fique tão sobrecarregado e demorado devido a cálculos e formulas, é possivel que o tratamento seja feito direto no banco de dados ou na própria ferramenta de BI.

3. Modelagem dos dados em um software de BI / Visualização

A modelagem de dados leva as informações a uma etapa visual. Logo, a construção dessa etapa inclui escolher tipos de visualização, gráficos, cores, usabilidade e etc.

Nesse sentido, ela leva em conta os princípios de User Experience, permitindo que o usuário acesse os dados de maneira simples e intuitiva, com perspectivas de tempo, volume, valores, dentre outras métricas do cenário focado.

4. Análises e indicadores

Esta é a última etapa de um projeto de Business Intelligence. Aqui serão disponibilizadas as visualizações e relatórios inteligentes, pois é nela que é construída a interface visual.

Por fim, é hora de usufruir do que foi construído e usar a seu favor. Analise os dados com calma e carinho, extraia o máximo de insights que eles possam lhe fornecer e tome decisões assertivas para seu próximo plano de ação!

Os pilares do business intelligence
Fonte: Siteware

Nesse sentido, seguir todos os passos acima garante o desenvolvimento de uma ferramenta que oferecerá dados estratégicos e não um emaranhado de dados soltos. Sendo assim, ele é um grande aliado para a tomada de decisão ágil e sem achismos.

Além disso, é importante frisar que após a execução de todas as etapas do processo, terá sido criado um BI automatizado, com isso as suas visualizações irão se atualizando a medida que novos dados forem sendo incluídos na base, mantendo sempre um BI que reflete o atual momento dos dados.  

Portanto, o intuito de adotar uma solução de BI é integrar todos os dados de sua empresa. Além de, desenvolver sua central de inteligência e proporcionar diversas vantagens, tais como:

  • Auxilia no planejamento de gestão
  • Ajuda na tomada de decisão
  • Minimiza risco e erros
  • Métricas e indicadores serão aperfeiçoados
  • Decisões com certezas e sem achismos
  • Detecção de erros passados
  • Análises preditivas
  • Prático e rápido acesso

Leia também:
O que faz uma consultoria em Business Intelligence (BI)?
Business Analytics vs Business Intelligence: qual a diferença?

Compartilhe nas redes:
Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Autor(a)
Marconi Medeiros
Apaixonado por Dados desde pequeno, Marconi é CEO e fundador da beAnalytic!
Conteúdos relacionados

Fale Com Um Especialista

*Este contato é comercial. Para outras demandas, entrar em contato através do e-mail [email protected].

Quer descobrir o nível de maturidade digital da sua empresa? 📊🤔

Machine
Learning

Com a consultoria em Machine Learning da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Mapeamento, coleta e tratamento dos dados necessários para o projeto;

Definição do algoritmo apropriado com base nos objetivos do projeto, e início do treinamento do algoritmo;

Avaliação do desempenho do modelo de ML, otimização e implementação no ambiente de produção.

A

Engenharia
de Dados

Com a consultoria em Engenharia de Dados da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Análise detalhada dos sistemas, fontes de dados, ferramentas e processos de gerenciamento de dados existentes;

Projeção de uma arquitetura de dados compatível com os requisitos e necessidades da empresa;

Criação de pipelines de dados automatizados para extrair, transformar e carregar (ETL) os dados para o repositório.

A

Business
Intelligence

Com a consultoria em Business Intelligence da beAnalytic, a nossa equipe fica responsável por:

Analisar necessidades e desafios da empresa para definir os KPIs;

Mapear as fontes de dados (como sistemas de CRM, ERP, bancos de dados, etc), coletá-los e tratá-los;

Integrar os dados à dashboards personalizados, utilizando as principais ferramentas do mercado.

A