Business Analytics: o que é e 5 dicas de como aplicá-lo

Business Analytics: o que é e 5 dicas de como aplicá-lo

Vivemos em um mundo que a cada dia gera mais dados, que em consequência disso gera mais informação. Com isso, nenhuma empresa que busca crescimento pode ignorar alguns temas que são de extrema relevância, um dele é o Business Analytics. Nesse postagem é possível entender e compreender o que é o Business Analytics, além de conferir 5 dicas práticas de como aplica-lo na sua empresa.

Cenário Atual

Com o avanço da tecnologia, negócios, empresas e organizações se veem em uma realidade onde precisam estar sempre se adaptando e buscando o melhor desempenho. Com isso, é essencial procurar por habilidades, competências e ferramentas que contribuam para o crescimento do seu negócio.

Segundo a Harvard Business Review, para uma organização, dados são um dos recursos mais poderosos que ela dispõe. Saber quais são as necessidades da empresa, quais dados ela possui, como analisa-los e a partir deles conseguir tomar decisões tem sido ainda um desafio.

O Business Analytics é uma boa estratégia para a empresa. Se aplicado de forma correta, é possível obter insights e informações imprescindíveis para uma boa tomada de decisão. Independente do tamanho do negócio ou mercado de atuação, o Business Analytics pode ser muito útil para identificar e avaliar tendências. Além de conseguir ajudar os gestores a conhecerem mais de sua empresa.

O que é o Business Analytics?

O Business Analytics (BA), trazendo de uma forma simples, é o processo de explorar, avaliar e analisar dados existentes na empresa, com ênfase na análise estatística. O conceito se assemelha com o de Business Intelligence (BI), no entanto BA é visto como uma evolução do BI.

O conceito de BA vai muito além do que apenas ter os dados e olhar para os mesmos, ele traz mais ação do que teoria. Utilizando a estatística de forma mais profunda, alguns dos métodos essenciais são as análises:

  1. Descritiva: Identifica os principais indicadores e mostra o atual desempenho da empresa;
  2. Preditiva: Toma-se dados do passado e presente como referência para avaliar probabilidades de resultados futuros;
  3. Prescritiva: Utiliza o desempenho do passado como gerador de recomendações de como lidar com ações semelhantes no futuro;

As empresas com um maior nível de inovação utilizam o Business Analytic como base para obter informações para tomar certas decisões, chegando até a conseguir automatizar alguns processos internos na empresa.

Qual a diferença entre Business Intelligence e Business Analytics?

Por mais que os conceitos podem parecer iguais, eles não são. O BA é basicamente uma evolução do BI, não significando que o BI seja invalido ou ultrapassado.

O Business Intelligence tem um como foco maior a analise descritiva, e é muito util no planejamento e elaboração de estratégia por parte dos gestores. No caso do Business Analytics tem um foco maior na analise preditiva, e é muito sobre ser proativo na tomada de decisão. Usando as técnicas como árvore de decisão, redes neurais e  regressão logística, é possível encontrar padrões e insights importantes que facilitam a tomada de decisão por parte dos gestores.

Benefícios de utilizar o Business Analytics

Para implementação existem alguns custos, como o de contratação de pessoal capacitado e recursos tecnológicos necessários, mesmo elencando todos esses pontos, o custo-benefício de de usa-la é muito alto, gerando uma grande vantagem competitiva para a empresa.

Além do custo-beneficio, existem outras vantagens como a avaliação do histórico da empresa, melhoria na organização de processos, redução de erros e falhas, melhores perspectivas de crescimento baseado nas analises feitas e até redução de custos.

Como aplicá-lo na prática?

Essas são as principais etapas para uma boa estratégia de Business Analytics:

1 – Levantamento das necessidades

O primeiro passo que a empresa deve fazer é entender qual são as melhorias ou problemas que desejam resolver. Podendo priorizar quais necessidades mais emergentes. Nesta etapa é de extrema importância fazer algumas perguntas:

  1. Que dados temos disponíveis?
  2. De que forma podemos utilizá-los?
  3. Os dados que temos são suficientes?

Respondendo elas, é possível ter um direcionamento melhor do que a empresa tem no momento atual.

2 – Análise dos dados

Nesta etapa é necessário realizar primeiro uma limpeza e organização dos dados. Logo após, começam as analises estatísticas, utilizando da correlação e teste de hipóteses é possível chegar a fatores que relacionam com a variável destino. Também usando a regressão linear, é possível ter previsões simples.

É de extrema importância que o analista ou responsável pela implementação do BA, consiga compreender as analises e os seus respectivos resultados.

3 – Previsão de prováveis acontecimentos

Como falado antes, o Business Analytics é muito sobre ser proativo na tomada de decisões, aqui a equipe ou responsável pelo BA utilizará de técnicas preditivas.

Quando tratamos de analise preditiva não se pergunta “o que vai acontecer?” mas sim “o que pode acontecer?”. Por isso, algumas técnicas preditivas são usada, como árvore de decisões, regressão logísticas, entre outras. Elas mostraram padrões que se destacam e até alguns indícios desconhecidos pela empresa.

4 – Melhor solução

Com os resultados obtidos na etapa anterior, são executados cenários hipotéticos baseados em informações passadas pelo gerente ou coordenador (como metas, limitações, barreiras).

A solução escolhida será aquela que obtiver a menor quantidade de erros possível, e também aquelas cujo as metas mais se aproximem do planejamento estratégico da empresa.

5 – Tomada de decisão

Com base em tudo obtido, as informações, insights, cenários criados, são passados aos gestores da empresa, pelo qual cabe a eles escolher a decisão mais eficaz, evitando os erros e aumento o desempenho da empresa.

O Business Analytics é uma tendência cada dia mais buscado pelas empresas em todo o mundo, no Brasil está crescendo aos poucos. Diversas empresas estão conhecendo o BA, algumas aplicando e outras com alguns receios. Algumas utilizam dados para conseguir avaliar seu desempenho e performance, mas não utilizam análises preditivas.

Empresas que conseguem utilizar os dados de forma eficiente e ainda aplicar o Business Analytics, estão sempre a frente e tendo resultados cada dia melhores.

 

 

Fale agora com um dos nossos especialistas

Tenha um projeto que aumente suas vendas, produtividade ou reduza seus custos;

Fale com um especialista!​

Entraremos em contato em 15 minutos.